VIAJANDO NO TEMPO...e no espaço!

Abril 15 2009

 

Duzentos anos depois
Arrifana (Feira) recorda os seus antepassados mortos pelos franceses
 
«Na madrugada de 17 de Abril de 1809 o exército francês cerca e toma de assalto a pacata povoação de Arrifana. Quem oferece resistência ou ensaia a fuga é morto a tiro, à coronhada ou trespassado pelos sabres e baionetas dos soldados de Napoleão. Grande parte da população procura refúgio no interior da igreja que, no entanto, acaba por se revelar uma verdadeira ratoeira: os franceses obrigarão todos os homens válidos a saírem do templo, seleccionando em seguida um em cada cinco. Os “quintados” (assim ficaram conhecidos) são de seguida fuzilados pelos invasores. Quando estes partem deixam atrás de si a povoação em chamas e, empilhados no local do massacre, dispersos por campos e caminhos de tentativa de fuga e pendurados de cabeça para baixo em várias árvores, cerca de 70 mortos» - texto de Suzana Faro e Joel Cleto
 
 
 

Programa do Bicentenário das Invasões Francesas em Arrifana, Santa Maria da Feira (14 a 19 de Abril)

 

O «Bicentenário das Invasões Francesas em Arrifana», Município de Santa Maria da Feira, vai ser assinalado de 14 a 19 do corrente com exposições, recriações e a apresentação de um estudo sobre as Invasões Francesas.

A organização conjunta estará a cargo da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira e da Junta de Freguesia de Arrifana.

A evocação do Bicentenário reporta-se a um ataque particularmente violento do Exército napoleónico a Arrifana, como represália pelas acções da Resistência portuguesa. Decorreu no dia 17 de Abril de 1808 e causou grande mortandade entre a população local.

A sessão-solene do «Bicentenário das Invasões Francesas em Terras de Santa Maria» vai decorrer no próximo dia 17 do corrente, a partir das 16:00, no edifício da Junta de Freguesia de Arrifana.

Antes, a partir das 14:30, decorrerá um conjunto de actos evocativos. A saber: içar da Bandeira Nacional junto ao Monumento aos Mártires; Hino Nacional; homenagem aos mártires de Arrifana, com deposição de flores no respectivo monumento; deposição de flores nas Alminhas dos Fuzilados; e descerramento de placa evocativa do Bicentenário.

O desfile da Fanfarras do Exército e da Banda de Música de Arrifana vai iniciar-se às 15:30, junto ao Monumento aos Mártires.

A abertura do evento está agendada para as 08:00 do dia 14, quando se darão os primeiros repiques de sinos e salvas e serão içadas as bandeiras junto ao Monumento aos Mártires.

A exposições «Soldados da Guerra Peninsular – miniaturas” e “1º Centenário da Guerra Peninsular na Ilustração Portuguesa» serão inauguradas às 10:15. E estarão patentes no edifício da antiga Junta de Freguesia de Arrifana.

A exposição «Armamento e o Massacre da Buciqueira» abrirá as suas portas no mesmo horário, na actual sede da Junta, e as mostras «A Guerra Peninsular na Literatura» e «A Guerra Peninsular na Banda Desenhada» decorrerão – também a partir das 10:15 – na Escola EB 2,3 de Arrifana

 

 

publicado por viajandonotempo às 14:59

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
16
18

19
20
21
22
23
24

27
28
30


ÍNDICE DESTE BLOG:
Tags

todas as tags

pesquisar
 
mais sobre mim
contador
blogs SAPO