VIAJANDO NO TEMPO...e no espaço!

Maio 10 2009

A Confraria do Queijo Rabaçal realizou o seu VIII Capítulo, em Ansião

ontem (9 de Maio)

 

A Confraria do Queijo Rabaçal, que tem como objectivo a promoção e divulgação desse excelente produto gastronómico,levou a efeito o seu VIII Capítulo, desta vez na vila de Ansião, dando sequência à rotatividade concelhia que, desde início, se tornou a regra para este grupo, que é constituído por membros oriundos dos 6 concelhos que produzem o delicioso queijo Rabaçal (Ansião, Penela, Soure, Pombal, Alvaiázere e Condeixa).

O programa deste Capítulo cumpriu-se a partir das 10 horas com a recepção, nos Paços do Concelho, por parte do actual Grão-Mestre e Chanceler, Dr. Fernando Antunes, doseu 1.º Grão-Mestre Chancelerque foi o Eng.º Fernando Pimenta e do Presidente da Câmara, também Confrade, Dr. Fernando Marques.
A sessão de Boas Vindas decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho, usando da palavra o Presidente da Câmara que se congratulou com a realização do evento na nossa terra, deu as Boas Vindas a muitas da Confrarias que estavam representadas e referiu os vários pontos do Programa. Também o Chanceler se fez ouvir, para reforçar as palavras do Presidente da edilidade e agradecer a simpática hospitalidade que Ansião e os ansianenses revelam na arte de saber receber quem nos visita.
Seguiu-se um “porto de honra” no espaço anexo ao Bar. Cerca das 11 horas, o Pároco de Ega (uma das freguesias do concelho de Condeixa), também Confrade da Confraria Anfitriã, celebrou Missa na Igreja Matriz de Ansião, que se encheu de colorido dos trajes dos confrades que quiseram participar na celebração que lembrou os confrades já desaparecidos do nosso convívio.
Era meio-dia, quando as ruas do centro histórico da vila se encheram de cor e movimento pouco habitual nestes sítios. Muitos dos circunstantes e peregrinos a caminho de Fátima, que nesse momento por ali passavam, pasmaram-se por não saberem do que se tratava: era o tradicional Desfile de todos os Confrades presentes, exibindo os trajes característicos, aberto pela Confraria do Queijo Rabaçal, a que se seguiam todas as outras Confrarias convidadas, com as respectivas bandeiras. É sempre um interessante espectáculo para a vista.
Aconteceu, depois, no Centro de Interpretação Ambiental do Nabão a sessão solene deste VIII Capítulo, onde pontificou a entronização de novos confrades. O Mestre-de-cerimónias foi o 1.º Grão-Mestre Chanceler da CQR, Eng.º Fernando Pimenta, que daria a palavra ao Prof. Manuel Augusto Dias para fazer uma pequena palestra sobre o Queijo Rabaçal. Conhecedor da história local e apreciador do seu queijo, fez uma abordagem histórica do queijo como alimento, caracterizou a região produtora do queijo Rabaçal, referiu a quantidade de cabeças de gado que existia no concelho há 157 anos atrás e divulgou os preços do queijo Rabaçal no mercado de Ansião no 1.º quartel do século XX. Terminou a sua intervenção com a divulgação de alguns provérbios referentes a tudo o que tem a ver com a produção do nosso queijo.
Falou também o actual Grão-Mestre e Chanceler, Dr. Fernando Antunes, recordando a razão de ser desta e das outras Confrarias gastronómicas, da importância das associações intermunicipais, pois sem essa união somos cada vez mais pequenos e do papel de relevo que desempenham na promoção dos produtos genuinamente portugueses. Usou também da palavra o Presidente da Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas, José Espírito Santo para relevar a importância destes encontros.
Procedeu-se, então, à entronização de dois Confrades de Honra da Confraria do Queijo Rabaçal: o Eng.º Luís António Damásio Capoulas e o Dr. Manuel Augusto Dias, o 1.º por ter sido ele o Secretário de Estado que na altura sancionou a Denominação de Origem Protegida para o queijo Rabaçal, o 2.º pela sua dedicação à história e defesa da terra onde nasceu, conforme consta do Diploma que foi lido e entregue a cada um, depois do cerimonial de entronização presidido pelo respectivo Grão-mestre e Chanceler da Confraria.
Foram ainda entronizados seis novos Confrades, entre os quais a Vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Ansião, Dr.ª Célia e o amigo Rui Simões.
Concluiu-se o VIII Capítulo da Confraria do Queijo Rabaçal com a prova de queijo Rabaçal e um almoço-convívio servido no antigo lagar do Centro de Interpretação Ambiental do Nabão, onde não faltou a sopa à lavrador, o cabrito, arroz de miúdos, grelos, pão e broa da região, vinhos das Terras de Sicó e, à sobremesa, requeijão com mel, tudo ao som de música ao vivo. A oportunidade foi aproveitada para troca de “prendas” entre as muitas Confrarias presentes. Lembramo-nos de terem sido nomeadas as seguintes:a Real Confraria do Maranho da Pampilhosa da Serra, a Confraria do Bodo de Pombal, a Confraria da Chanfana de Vila Nova de Poiares, a Real Confraria da Cabra Velha de Miranda do Corvo, a Confraria Gastronómica do Cabrito da Serra do Caramulo; a Confraria do Vinho de Lamas - Miranda do Corvo, a Confraria da Broa de Avintes, a Confraria Madeirense de Carnes, a Confraria Gastronómica da Panela ao Lume, de Guimarães, a Confraria da Gastronomia do Ribatejo, a Confraria da Doçaria Conventual de Tentúgal, a Confraria Nabos e Companhia, de Carapelhos (Mira), a Confraria da Lampreia de Penacova, a Confraria Gastronómica da Raça Arouquesa, de Arouca, a Confraria Gastronómica de Almeirim e a Confraria do Pinhal D’El Rei, de Leiria.
 

Veja toda a notícia em:   http://www.ansiaonews.web.pt/2009/news/Mai/09Mai10ansiaonews01.html

publicado por viajandonotempo às 23:42

Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
30


ÍNDICE DESTE BLOG:
Tags

todas as tags

pesquisar
 
mais sobre mim
contador
blogs SAPO